16 novembro, 2010

Pílula do dia seguinte provoca aborto ou faz abortar de algum jeito?

Embora a resposta a esta pergunta pareça simples, já que o aborto é ilegal no Brasil e a pílula do dia seguinte completamente legal (inclusive distribuída em postos de saúde de algumas cidades). Mesmo assim, esta semana uma agência de notícias informou que cerca de 22% dos ginecologistas ainda acham que a pílula do dia seguinte é abortiva. Entenda aqui como ela funciona e alguns de seus prós e contras!



A pílula do dia seguinte é uma dose de hormônio suficientemente alta para que depois de fecundado pelo espermatozóide o óvulo não consiga se fixar nas paredes do útero. Desta forma, nem se chega a estar grávida.


O hormônio vem na forma de pílula - geralmente duas pílulas, que devem ser tomadas com um intervalo de horas indicado na bula. Para que se efeito seja garantido, é importante tomá-la tão logo o sexo desprotegido tenha sido feito.


É importante lembrar que a pílula do dia seguinte não deve ser usada junto com a pílula anticoncepcional de uso diário. Primeiro porque a pílula de uso diário já deixa o colo do útero "infertilizável", segundo porque ambas são doses de hormônio que, acrescentadas, podem gerar uma série de efeitos colaterais ainda pouco medidos e desconhecidos na sua saúde. Outro conselho muito sábio de ginecologistas que conhecem bem o funcionamento deste medicamento (não são todos, atenção) é não utilizá-lo como único contraceptivo - ou seja, a pílula do dia seguinte não deve ser utilizada como única forma de prevenir a gravidez. Ela é um recurso EMERGENCIAL, ou seja, para ser utilizada se você se protegeu de outras formas (como a camisinha, diafragma, etc) e estas não foram suficientes (uma camisinha que estourou, por exemplo). E não é moralismo não, o problema é que o uso frequente da pílula do dia seguinte (imagine uma pessoa que faz sexo três vezes por semana e toma este medicamento três vezes por semana) significa uma superdosagem de hormônios. É como se você tomasse uma cartela de pílula diária de uma vez só. Imaginem fazer isso com frequencia, quão prejudicial pode ser à sua saúde.


A principal vantagem deste medicamento (pílula do dia seguinte) é justamente reverter um quadro de possível gravidez indesejada e dar mais controle à mulher e ao casal de quando ter filhos. Outra vantagem é a pílula do dia seguinte pode ser usada para evitar gravidez depois de estupros e outros tipos de abuso sexual. Ainda assim, é preciso ler na bula as informações sobre eficácia da pílula do dia seguinte em relação ao tempo entre a transa/estupro e a hora que se tomou o remédio. Três dias de espera podem já significar que a pílula não funcionará, ou seja: atenção a isso meninas!


As desvantagens não estão, porém, nem perto de desbancar as vantagens, penso eu. A principal delas é o conjunto de efeitos colaterais e a contra-indicação para mulheres fumantes ou com problemas circulatórios, nada diferente da pílula anticoncepcional diária. Entre os efeitos colaterais, os mais comuns são náusea, enjôo e vômito (se bem que entre todas as mulheres que conheço ninguém nunca vomitou ao usar a pílula do dia seguinte). Cabe a você, leitora, pesar se prefere ficar enjoada sem estar grávida ou enjoar porque ficou grávida. :)

11 comentários:

Uma Sonhadora disse...

é com uma dose cavalar de hormonios realmente, vem junto muitos efeitos e sintomas.
eu ja tomei uma vez, mas nao lembro se tiver algum sintoma, mas sei que engordei um bocado.
Sonhadora

http://seviracom30.blogspot.com

mulheresdocoveiro disse...

Tive minha semente apos ingerir a pilula do dia seguinte duas horas apos o coito (de preservativo que rompeu)e .. nao funcionou.

Anônimo disse...

Oi...
adorei seu blog,muito bom!
mais eu tenho uma duvida,eu tomei a pilula do dia seguinte,tudo nos conformes, e ainda minha menstruação não veio,é possivel eu estar gravida ou a pilula atrasa a menstruação mesmo...obrigada!

Mari Moscou disse...

Olá!

Olha, eu não tenho como dar informações precisas aqui pois não sou médica e não conheço você. :)

O que eu posso dizer é que na minha experi~encia individual já atrasei a menstruação usando pílula do dia seguinte. Mas também há casos emq ue ela não funciona. Como não tenho nenhuma informação sobre você, etc. Fica bem difícil saber qualquer coisa.

Recomendo ir a uma ginecologista.

Anônimo disse...

Nunca tinha tomado nehum tipo de anticoncepcional na minha vida. Precisei tomar a PDS e minha mesntrução veio 07 dias depois, bem forte, e depois fiquei cerca de três meses para menstruar novamente.

Mari Moscou disse...

Pois é! A pílula do dia seguinte é muito forte e os efeitos colaterais são fortes tb; por isso ela é pra ser usada apenas em emergências!

bianca Romano disse...

oi, tenho 24 anos tomei a pirula do dia seguinte semanas depois, se a mestruação não vier e eu tomar a pirula do dia seguinte mais algumas vezes eu estarei abortando se caso eu estiver gravida?

Marília Moschkovich disse...

A pílula do dia seguinte NÃO É um remédio abortivo. Para mais referências, sugiro a seguinte página, onde vc pode consultar um médico sobre questões como esta: http://www.womenonweb.org/index.php?lang=pt

Larissa melo disse...

Ola. essa semana ja tomei a pds . mas ocorreu o mesmo problema de antes ja se passaram 3 dias estou com medo dw tomar por causa dos efeitos colaterais e ja estou tomando pela 4 vez! quais sao os ricos que eu corro? Mesmo tomando ainda posso ficar grávida? obrigada!

Ruth Connors disse...

Que eu tenha lido na BULA, a pílula também pode evitar que o zigoto se prenda à parede, caso já tenha ocorrido a fertilização. Nesse caso que alguns ainda acham se tratar de um aborto, já que pós união de espermatozóide e óvulo já é considerado aborto por algumas entidades (ou pessoas, ou religioes, nao sei)

Paula Marchi disse...

oi, eu tive relações há 15 dias mais ou menos,
Mas ele nao chegou a ejacular dentro de mim,
Minha menstruaçao está atrasada 1 ou 2 dias..
Estou morrendo de medo de estar gravida,se eu tomar a PDS ,haverá algum efeito?
Por favor me ajudem.. obrigada

Utilize este link para comprar livros e ajude a manter este blog: